29 dezembro 2007

Onde ver as etapas portuguesas do Lisboa Dakar 2008 - noticia complementar

O Lisboa-Dakar já faz parte dos portugueses, que vibram intensamente com uma prova única, capaz de despertar emoções como nenhuma outra no panorama automobilístico... e não só. Ao longo do percurso das duas especiais realizadas em 2007, mais de um milhão de pessoas saiu para a rua para encorajar os pilotos na partida para África, o que levou os organizadores franceses a afirmar que em 2007 se realizou a melhor partida do Dakar dos últimos 20 anos.

Para a próxima edição, repetem-se as duas especiais em solo Português. E se a segunda especial não é novidade, uma vez que será repetida na totalidade, já a etapa inaugural é completamente nova, com o acesso a ser feito através de autocarros disponibilizados pela organização.

De forma a evitar os comportamentos menos positivos de espectadores durante a passagem das viaturas e nas propriedades privadas verificados na prova em 2007, a organização vai generalizar medidas de segurança adoptadas na edição anterior apenas em zonas críticas. As alterações na forma de acesso às especiais, nomeadamente no dia 5, prendem-se também com o cuidado em minimizar as demoras no trânsito, sobretudo na hora em que as pessoas desejem abandonar as Zonas Espectáculo. Por isso, a única forma do público poder aceder as Zonas Espectáculo da SS1 é através dos autocarros gratuitos, que partirão de Pontos de Encontro, onde haverá locais para o estacionamento das viaturas particulares.

Aqui ficam os primeiros detalhes das duas etapas em solo nacional, a decorrerem nos dias 5 e 6 de Janeiro.


Meio de acesso prioritário à 1.ª Especial (SS1) C. Lezírias:

Zona 1
Vindo de Norte: Ponte da Lezíria (A10), A13,
Vindo de Sul: A13
Estes acessos vão permitir aceder a "pontos de encontro" nos concelhos de Benavente e Montijo, em Samora Correia e Canha, respectivamente. A partir das 4 horas da manhã de dia 5, através de autocarros disponibilizados pelos municípios e com o apoio da Barraqueiro, iniciar-se-á o transporte gratuito do público do Ponto de Encontro para as zonas espectáculo: Estarão abertos a partir das 12 horas do dia 4 de Janeiro e nestes pontos far-se-á a recepção dos espectadores.

Ponto de encontro de Samora Correia (na estrada da Murteira, com sinalização a partir do nó de Benavente), capacidade cerca de 33.000 pessoas.

Transporte para:
- Zona de Espectáculo (ZE) Companhia das Lezírias: capacidade para cerca de 3.000 pessoas; zona convidados de 500 pessoas; Food & Beverage, condições de segurança, condições sanitárias;

- ZE BRISA: zona com capacidade para cerca de 30.000 pessoas; animações várias; Food & Beverage, condições de segurança, condições sanitárias

Ponto de Encontro do Montijo (em Canha, na antiga Fábrica da TOCAN), capacidade 20.000 pessoas.

Transporte para:
- ZE SICAL: capacidade para cerca de 20.000 pessoas; animações várias; Food & Beverage; condições sanitárias;


Zona 2
Vindo de Norte: Ponte Vasco da Gama (A12)
Vindo de Sul: A2, IC32
Estes acessos vão permitir aceder ao Ponto de Encontro Alcochete. A partir das 4 horas da manhã de dia 5, através de autocarros disponibilizados pelos municípios e com o apoio da Barraqueiro, iniciar-se-á o transporte gratuito do público do Ponto de Encontro para a zona de espectáculo:

Ponto de Encontro de Alcochete, capacidade 30.000 pessoas (na antiga Fábrica do Alumínio, em frente à Praça de Touros de Alcochete).

Transporte para:
- ZE COFIDIS: capacidade para cerca de 30.000 pessoas; animação; Food & Beverage; condições sanitárias.

Importante: A Especial terá início às 8h30 horas do dia 5 de Janeiro e terminará por volta das 17h30. A partir das 12h30, o transporte dos espectadores passará a ser feito exclusivamente no sentido Zona Espectáculo -> Ponto de Encontro.


Fonte: iol

6 comentários:

Anónimo disse...

Tenho acompanhado o blogge e noto que mantem só opções oficiais que prevem 80000 pessoas. O resto vai assistir onde?

ricardo disse...

como e possivel! ou este blog e pouco visto, que nao me parece ou as pessoas estao adormecidas quem e realmente um amante do desporto automovel como e que isto e possivel sermos levados de autocarro nao estamos no lisboa bike tour gostava que a organizaçao desse uma resposta as pessoas de segunda pois os de primeira sao os que apanham os autocarros os de segunda sao os que nao vao conseguir ter lugar.....como e que vai ser para estes milhares de pessoas ,queria realmente que alguem respondesse a este facto.

Anónimo disse...

Desde que a Lagos sport "entrou" no "desporto popular,ex: volta a Portugal em bicicleta", que o dito desporto só existe para os meninos da TV,
è assim tão dificil de ver que isto só é feito para os programas da auto intitulada classe VIP de Portugal?.
Era para ir ver o Dakar em PT, mas assim vou dar um salto a Espanha, sempre somos tratados como verdadeiros amantes do desporto automóvel, sem essas "ditas preocupações de segurança, que são maximizadas por algu´ma imprensa...para que depois os srs. da Lagos sport se sirvam a belo prazer destas situações inexistentes e decidam por milhares de entusiastas...parece-me que esses senhores pensam que estão a realizar um torneio de golf/ténis...só para os meninos lindos...que nada ganham..só gastam..enfim...".

Bom dakar para todos.

Anónimo disse...

Mas afinal onde posso assisir à 1ª etapa? Será que são estradas privadas?... Não atravessam estradas nacionais?

Anónimo disse...

onde cabe o resto do pessoal? Ao colo uns dos outros?

Anónimo disse...

AI QUEREM ASSIM ENTAO VAMOS FAZER MERDA PARA O DAKAR... É ASSIM QUE A ORGANIZAÇÃO QUER... MAS QUE JEITO ISTO TEM... UM GAJO NAO PODE VER O DAKAR A NAO SER COMO ELES QUEREM... ESTAO NA MERDA CONHEÇO MELHOR A ZONA QUE OS PROPRIOS PROPRIETARIOS... VAO VER O QUE VAI SER BOMBAS A REBENTAR NA QUELES CAMINHOS.... SO POSSO DISER UMA COISA... A ORG. É UMA MERDA...