07 janeiro 2008

Este blogue também não partiu para Dakar

Nos últimos dois anos também eu tenho feito o Lisboa Dakar. Não nas pistas marroquinas ou entre as Dunas mauritanas mas sim daqui deste teclado em que vos escrevo ou noutro qualquer que esteja mais à mão. Não sendo tão árduo como o verdadeiro rali, o meu Dakar exige leitura (muita), reflexão, analise, escrita, rigor e novidade. Tudo com velocidade e perícia. Embora poucos o compreendam, parecendo difícil, o meu Lisboa Dakar não é nada fácil.
Este meu Dakar é uma paixão. E como todas as paixões rouba tempo às razões da vida. Mas este meu Dakar, em bom rigor, só existe por um motivo. Porque neste momento alguém está a ler estas linhas. Os leitores são a razão de ser desta minha prova e a todos os que por aqui têm passado quero agradecer convictamente. Tal como a comunicação exige sempre um receptor, um blogue, para o ser, exige leitores. E no Lisboa Dakar Blogue têm sido centenas (milhares nalguns dos últimos dias). Muito obrigado a todos.

Hoje (domingo), quando pedalava na fria e húmida beira Tejo matinal, dois Bowler e um camião que já deviam estar rumo ao Sul passeavam-se ao sabor da breve brisa pelas tágides soprada. Ao chegar perto do Padrão dos Descobrimentos detive-me um pouco e mirei os despojos daquela que não chegou a ser a trigésima edição do mítico Dakar. Os dois cenários combinados fizeram-me enfim acreditar que este ano não há Dakar. Acho que posso compreender um pouco o que sentem neste momento quase três mil pessoas seus familiares e amigos. O cancelamento da prova é uma desilusão incrível e inolvidável. Todos aqueles que se envolvem emocionalmente com o Dakar vão passar dias, semanas, talvez meses, até compreenderem o porquê exacto deste fim abrupto. E as lagrimas não são apenas pela prova deste ano. Como vai a organização lidar com o desastre financeiro? Como vão lutar as centenas de amadores e privados com os incalculáveis prejuízos? Qual a fabrica que irá investir milhares no desenvolvimento de novos projectos? Qual a empresa que irá enterrar mais um cêntimo numa prova de desporto motorizado organizada pela ASO?

O Dakar, tal como nasceu, cresceu e chegou até nós, acabou na passada sexta feira. Pode surgir outra coisa qualquer, até coisa melhor, quiçá, mas aquela maldita conferência de imprensa foi o requiem que nunca pedimos para ouvir.

Hoje passei parte da tarde a reler o que escrevi aqui na edição passada da prova. E a nostalgia ainda se tornou mais profunda. Há que libertar as amarras pois a vida continua (também na blogosfera). Este blogue também não partiu para Dakar e provavelmente nunca mais partirá para lado algum. Assim, faz-se uma pausa. Na esperança de que melhores noticias cheguem depressa. Até sempre.

8 comentários:

Lurdes disse...

Obrigado Pedro por este blogue "dakariano", confesso que desde que existe, foi sempre o primeiro "site" que consultei para saber as últimas... vou continuar a fazê-lo na esperança de que um dia (brevemente, espero) surja a notícia pela qual todos esperamos... "Vai haver Dakar em 2009", ou então a triste confirmação (quase anunciada) de que o Dakar acabou de vez! Agora só nos resta esperar... Obrigado por nos manter actualizados! Até sempre!
L. Novais

Anónimo disse...

Obrigado Pedro por te preocupares e teres o trabalho de nos ajudar em tudo no que ao Dakar diz respeito.
Neste momento de profunda tristeza, há que continuar a ter esperança de que o nosso prazer de ver o Dakar e o sonho de nele participar, não estão mortos para sempre.
Bem hajas por tudo ...

Pades disse...

Bem.amigo,s assim t posso chamar,nao conhecia este espaço e digo-t,..foste mto util nos ultimos dias,qdo procurava informaçao e nao encontrava..é necessario q haja alguem q assim s dedique..
Obrigado..
No entanto,deixa-m dar-t uma sugestao,pra q isto nao acabe..procura dar informaçao sobre o TT nacional,provas ou ate msm turistico..dsd passeios,provas do campeonato nacional d trial e navegaçao..parece-m q ganhas adeptos.. :)
no entanto,ate la,obrigado..
www.vougatt.blogspot.com

Anónimo disse...

Muito obrigado por todo a informação prestada. Tal como já foi dito este blog foi muito util nos ultimos dias, já que apenas aqui encontrava informação. Relembro só que dois portugueses, Nuno Samtos e Joâo Rolo estão, como que num acto de revolta, a fazer o que devia ser feito, não deixando apagar a " tocha Dakariana".
Aguardo Noticias!!!

Nuno Kohler disse...

Caro Pedro Lourenço, este "seria o meu segundo Lisboa Dakar" acompanhado araves do teu blog, mas paciencia! O quer nãio tm remédio, remediado está, no entanto penso que seria muto interessante que sem mudar o nome a este blog continuasses a acompanhar o percurso das principais provas do TT mundial! Atlas, Tunísia, Faraós e aquele que alguns apontam como o próximo grande rally, o Transorientale 2008!
Sem querer parecer abusado! Qual a tua e a vossa opnião sobre o futuro deste rallye?

F. Soares disse...

Pedro Obrigado por tudo o que tens escrito, e apesar de haver criticas, o teu trabalho é muito bom...
Eu, pessoalmente, estou com um pó aos francius, que nos proximos tempos é melhor que nenhum me apareça à frente.
Tenho descarregado a minha ira no meu blog - http://desmo13.blogspot.com/ - estou a fazer a cronica do Dakar Virtual, aparece que vais gostar.
Um abraço

Eduardo Sousa disse...

Boas Pedro

Já foi tudo, ou quase tudo dito.

Um abraço e que continues a passar a mensagem da informação a quem anda um pouco ao lado dela, como o meu caso e, possívelmente o de muitos outros.

Cumprimentos

Eduardo Sousa

SeaWolf disse...

Meus caros senhores, eu
Bruno Nobre proprietário de dois barcos típicos do Tejo.
era para participar no Lisboa dakar com os meus barcos, a embelezar o Tejo. uma vez não foi possível devido a anulação do mesmo, agradecia caso fosse possível oferecer-me duas bandeiras do Lisboa dakar, para quando nas nossas festas estender-mos as mesmas.
grato pela vossa atenção os meus comprimentos a agradecimentos..

PS: se quiserem podem visitar o meu blog.. princesadotejo.blogspot.com

BRUNO NOBRE