04 janeiro 2006

Quinta etapa - classificação motos - ACTUALIZADO

Grande etapa para os “tugas” com quatro pilotos a chegarem nos trinta primeiros e um “fabulastico” quarto lugar de um hiper-surpreendente Ruben Faria. Uma estrela nasce nas areias de Marrocos!!!

ETAPA
1 001 DESPRES (FRA) KTM 03:47:40 00:00:00
2 002 COMA (ESP) KTM 03:51:21 00:03:41
3 003 ESTEVE PUJOL (ESP) KTM 03:52:58 00:05:18
4 160 FARIA (POR) KTM 03:55:54 00:08:14
5 004 DE GAVARDO (CHI) KTM 03:56:01 00:08:21
6 010 CALDECOTT (AUS) KTM 03:58:34 00:10:54
7 008 CASTEU (FRA) KTM 03:58:43 00:11:03
8 005 ULLEVALSETER (NOR) KTM 03:58:46 00:11:06
9 006 SALA (ITA) KTM 03:59:21 00:11:41
10 012 FRETIGNE (FRA) YAMAHA 04:00:41 00:13:01
11 060 KATRINAK (SLQ) KTM 04:04:00 00:16:20
12 009 BLAIS (USA) KTM 04:11:57 00:24:17
13 007 DE AZEVEDO (BRE) KTM 04:12:54 00:25:14
14 011 GAU (FRA) KTM 04:17:47 00:30:07
15 097 FARRES GUELL (ESP) YAMAHA 04:19:18 00:31:38
16 023 GRIDER (USA) KTM 04:19:37 00:31:57
17 095 AGRA CARRERA (ESP) YAMAHA 04:23:32 00:35:52
18 042 STREET (USA) KTM 04:24:21 00:36:41
19 019 CZACHOR (POL) KTM 04:26:56 00:39:16
20 020 MARCHINI (FRA) YAMAHA 04:27:49 00:40:09
21 039 RIVERA (ESP) KTM 04:32:30 00:44:50
22 021 VILADOMS (ESP) KTM 04:34:57 00:47:17
23 128 AMARAL (POR) KTM 04:37:58 00:50:18
24 014 DUCLOS (FRA) KTM 04:38:22 00:50:42
25 058 KNUIMAN (HOL) YAMAHA 04:39:46 00:52:06
26 016 STANOVNIK (SLO) KTM 04:42:01 00:54:21
27 045 PAYEN (FRA) KTM 04:42:18 00:54:38
28 110 CARILLON (FRA) KTM 04:45:18 00:57:38
29 055 RODRIGUES (POR) YAMAHA 04:46:54 00:59:14
30 080 GONCALVES (POR) HONDA 04:48:02 01:00:22



GERAL


002 COMA (ESP) KTM 14:09:18 00:00:00
2 001 DESPRES (FRA) KTM 14:10:43 00:01:25
3 003 ESTEVE PUJOL (ESP) KTM 14:15:46 00:06:28
4 004 DE GAVARDO (CHI) KTM 14:21:10 00:11:52
5 010 CALDECOTT (AUS) KTM 14:36:12 00:26:54 02:00
6 008 CASTEU (FRA) KTM 14:36:15 00:26:57
7 012 FRETIGNE (FRA) YAMAHA 14:41:22 00:32:04
8 006 SALA (ITA) KTM 14:49:40 00:40:22
9 005 ULLEVALSETER (NOR) KTM 14:51:50 00:42:32
10 060 KATRINAK (SLQ) KTM 14:59:49 00:50:31
11 009 BLAIS (USA) KTM 15:04:53 00:55:35
12 160 FARIA (POR) KTM 15:08:24 00:59:06 12:00
13 007 DE AZEVEDO (BRE) KTM 15:09:45 01:00:27
14 095 AGRA CARRERA (ESP) YAMAHA 15:15:04 01:05:46
15 011 GAU (FRA) KTM 15:15:51 01:06:33
16 097 FARRES GUELL (ESP) YAMAHA 15:17:45 01:08:27
17 042 STREET (USA) KTM 15:32:03 01:22:45
18 128 AMARAL (POR) KTM 15:32:21 01:23:03

Cyril Despres (KTM – 1º) conseguiu a sua segunda vitória no Euromilhões-Lisboa-Dakar, ao ultrapassar os seus rivais Marc Coma (KTM – 2º) e Isidre Esteve (KTM – 3º).

A vitória de Cyril Despres, à frente de Marc Coma e de Isidre Esteve, volta a lançar o debate sobre quem vai alcançar a vitória final. Depois de se ter disputado um terço das especiais do programa do rali, começa a destacar-se uma elite na corrida de motos. Os três primeiros da etapa são os únicos que estão preocupados com o título no Dakar. A sua técnica de pilotagem coloca-os quase fora de alcance na pista e o sentido táctico de que dão provas confirma a sua consciência da situação. Eles conseguem, simultaneamente, andar mais depressa e com mais sagacidade, e conhecem bem o valor de cada um. As circunstâncias da corrida, a resistência física ou o talento marcarão a diferença.

E a qualquer momento pode dar-se uma reviravolta na situação. Mesmo numa etapa que parecia, de antemão, resolvida, dois dos elementos deste formidável trio passaram por problemas que poderiam ter tomado proporções mais graves. Tendo partido da quarta posição, Cyril Despres cometeu um erro de navegação que o obrigou a voltar para trás. Cerca de três minutos perdidos. Contudo, este contratempo não o impediu de ultrapassar Gavardo (KTM – nº4) e de conseguir registar o melhor tempo no CP1, mas podia ter-lhe saído bastante mais caro. Por seu lado, Isidre Esteve ficou sem travão traseiro ao km 50 e, por isso, não pode manter um andamento muito elevado. Noutro tipo de terreno, este tipo de problema poderia permitir a um dos seus rivais de tirar daí um grande partido. De qualquer forma, o trabalho de recuperação de Cyril Despres valeu bem a pena, e os três concorrentes chegaram juntos ao CP2 (km 229). A partir daqui rodaram praticamente juntos durante os restantes 131 km, sem que tenha havido nenhuma tentativa séria de ataque. Despres consegue, assim, o melhor tempo à frente de Coma, que mantém o comando da classificação geral com 1’25’’ de vantagem sobre o detentor do título, e de Isidre Esteve (6’28).

Se olharmos para a condição dos outros perseguidores, o horizonte começa a estar mais limpo, uma vez que Gavardo, em 4º, não tem plenos poderes na sua equipa, tal como acontece com Andy Caldecott (KTM –nº10), que ainda vai ser penalizado por ter falhado um ponto de passagem obrigatória. David Frétigné (YAM – nº12), que sofre de uma dor no joelho, parece estar limitado pelo potencial da sua Yamaha 450 cm3 em comparação com as KTM. Neste grupo alargado de out-siders, David Casteu (KTM – nº8), na sua primeira participação como piloto oficial, consegue uma 6ª posição na classificação geral. Finalmente, o surpreendente debutante Ruben Faria (KTM – nº160), vencedor de uma etapa em casa, continua a surpreender porque tem sempre os 10 melhores na mira.


FONTE: www.dakar.com

2 comentários:

Anónimo disse...

What a great site » »

Anónimo disse...

Keep up the good work »