30 dezembro 2005

NÚMERO 300 : MITSUBISHI RALLIART * Stéphane Peterhansel – Jean-Paul Cottret

Stéphane Peterhansel faz parte do grupo de pilotos de elite que deu forma ao Dakar. Armado com um passado glorioso em… skate (foi campeão da França aos 14 anos), mas sobretudo no enduro, no motocross e no supercross, ele descobriu o Dakar em 1988. Sua primeira participação, que terminou em um honorável 18º lugar, lhe permitiu-lhe não somente ver de perto seus mentores Cyril Neveu e Hubert Auriol, mas também confirmar sua afinidade com o deserto e, na categoria moto, suas habilidades de navegação. Seu aprendizado no mundo do rali-raid, onde a mistura de sabedoria e talento renderam-lhe frutos, prosseguiu até 1991, ano de sua primeira vitória sobre uma moto no Dakar. « Finalmente compreendi como correr », explica Peterhansel.

E isto foi apenas o começo, pois o motociclista da bandana azul conquistou um total de seis títulos em oito anos a guiar uma Yamaha. Et ce n’était que le début, puisque le motard au bandana bleu remportait au total six titres en huit ans au guidon d’une Yamaha. Quando passou para as quatro rodas, primeiramente com a Nissan em 1999, « Peter » foi obrigado a enfrentar uma nova curva de aprendizado, mas as qualidades adquiridas sobre motos rapidamente deram resultado : 7º em sua primeira tentativa, ele subiu ao segundo lugar do pódio no ano seguinte, já acompanhado de Jean-Paul Cottret. Em 2003, um incidente mínimo na penúltima etapa o privou de uma vitória quase certa. Sua consagração teve de esperar até 2004, quando « Peter » tornou-se o segundo piloto na história do Dakar após Hubert Auriol a vencer tanto na categoria moto quanto na de automóveis.

Mestre na sua arte, Peterhansel não teve trabalho no rali de 2005, controlando à distância o seu único rival, ninguém menos que o seu companheiro de equipa Luc Alphand. O múltiplo campeão do mundo de ski apresenta-se mais uma vez como maior ameaça ao título mas, como todos, ele está ciente da atual forma do seu líder de equipa, que impressionou na UAE Desert Challenge. Em uma de suas raras aparições do ano, « Peter » simplesmente venceu os oito especiais da prova, um domínio que deixa claro o seu nível de performance e de motivação para o Dakar.

As conquistas no « Dakar » de Stéphane Peterhansel

1991 1º na categoria moto, Paris - Dakar
1992 1º na categoria moto, Paris – Cidade do Cabo
1993 1º na categoria moto, Paris - Dakar
1995 1º na categoria moto, Granada - Dakar
1997 1º na categoria moto, Dakar - Agades - Dakar
1998 1º na categoria moto, Paris - Granada - Dakar
1999 7º lugar geral, Granada – Dakar (automóvel)
2000 2º lugar geral, Dakar - Le Caire (auto)
2001 12º lugar geral (1º na T1), Paris - Dakar
2002 Abandonou, Arras-Madri-Dakar
2003 3º, Marselha – Sharm-el-Sheikh
2004 1º lugar geral, Clermont-Ferrand - Dakar
2005 1º lugar geral, Barcelona - Dakar



Co-piloto : Jean-Paul COTTRET (FRA)

- Campeão do Dakar em 2004 e em 2005 como co-piloto
- Cinco pódios no Dakar
- Campeão dos Ralis da Tunísia e do Marrocos em 2004 como co-piloto


FONTE: WWW.DAKAR.COM

2 comentários:

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! »

Anónimo disse...

This is very interesting site... »